4.8.13

Dias 16 e 17 - Auf wiedersehen Alemanha - Hallo Suíça


Iniciámos o regresso no Domingo de manhã cedo, ainda não eram 8h quando saímos de casa da Hilde, em Altstaedten. A primeira paragem ainda foi na Baviera, numa cidade-ilha chamada Lindau. O ambiente da terra, com os seus edifícios acolhedores e a entrada para o lago (Bodensee/Konstanzsee) fizeram-me ter a certeza que teríamos passado aqui um dia inteiro, a descobrir locais mágicos!

Temos que cá voltar, pois os 30 minutos que lhe dedicámos, com o nascer do dia, foram insuficientes para a sua beleza!




A paragem seguinte também prometia...
A velocidade e a força com que o rio Reno cai na Suiça, em Schaffhausen, para subir para o norte da Europa, desaguando no mar do Norte, é um espectáculo inesquecível!




Ainda com algum sol, mas muito envergonhado, num dia que se revelou quente e abafado estivemos em Berna, capital da Suíça.



Enquanto os jovens viajantes portugueses se distraiam com um jogo de xadrez tamanho XL, os suíços divertem-se no rio que banha a cidade, o rio Aar.

Na ausência de praia, com um rio tão grande e com uma corrente muito forte, os habitantes da capital usam o rio como "escorrega". Levam bóias e barcos insufláveis para descer o rio inúmeras vezes, por entre enormes gargalhadas e momentos de prazer e pura diversão.
(A subida faz-se a pé ao longo da margem.)









As imagens não conseguem transmitir a velocidade a que estas pessoas desciam o rio, mas garanto-vos que me fez lembrar o Slide & Splash em dia de azáfama. Os grupos em fato de banho que se veêm na margem oposta, são os nadadores que caminham para a "entrada" do rio, para retomarem a diversão.

O resto do dia já foi de nevoeiro. E foi assim que avistámos o lago Leman, em Lausanne.




Para terminarmos num chalé nos Alpes suíços, em Leysin, a 30 kms da cidade conhecida como capital dos desportos de Inverno.



A noite foi de trovoada e o dia seguinte foi de chuva forte. E sem parar...

Dia 17 - Vimos uma versão molhada da Suíça!





Em Lausanne foi assim...

Uns minutos fora do carro, para esticar as pernas, tiveram que ser debaixo de um abrigo...



E em Genève, o cenário manteve-se...

O edifício das Nações Unidas, visto do carro, com luz forçada...

e com luz natural...


O Jet d'Eau (ou geiser) nem se nota na fotografia... mas quando se passava perto, conseguia-se ver a força da água a subir cerca de 140m de altura.


Bem, sendo assim... teremos que voltar à Suíça em dias de sol!


3 comentários:

  1. Adorei as fotos!!! Já estive nalguns desses locais... que saudades!

    auf wiedersehen Lindau und Konstanz!

    beijinho do atelier Lu_Tec

    ResponderEliminar
  2. Olá prima, tudo bem?
    Adorei seguir a tua viagem através dos teus comentários e fotos maravilhosas.
    Gostei especialmente destes 2 dias, que saudades de todos estes sitios!
    Que férias fantásticas!
    Bjs
    Patricia Almeida Pontes

    ResponderEliminar
  3. Olá! Que giro, vivi em Neuhausen am Rheinfall, que foi a cidade na suiça onde viram as quedas de água. :)
    Espero que tenham gostado. Eu adorei recordar!

    ResponderEliminar

Se estás aí, diz qualquer coisa, sou curiosa, gosto de saber o que pensas.
Bj