9.3.12

Balanço

Em Fevereiro disse-vos que tinha passado a deixar o carro à porta, ia à boleia de manhã (uma boleia cá de casa, claro!) e regressava à tarde de autocarro. A ideia era reduzir custos e descontrair durante a curta viagem, entretida a tricotar.

Quando o fim do mês chegou fiz as minhas contas e concluí que:

  • O carro só-me fez falta dois dias, pelos compromissos distantes que tinha no final desses dias.
  • Andámos com esse carro apenas nos dois fins-de-semana que estivemos sem filhos.
  • Chegou-me cerca de 1/3 do depósito do carro, para o mês todo (cerca de €40), quando nalguns meses enchia o depósito duas vezes (cerca de €130).
  • Gastei €15 no bilhete zapping da Carris, ganhei uma viagem de bónus, e ainda sobraram viagens para este mês.
  • Ainda ganhei algumas boleias ao final da tarde.
E se pensar nos trabalhos de tricot feitos, quero dizer adiantados, no autocarro, contabilizo:
  • Uma gola terminada;
  • Um casaco de bébé iniciado;
  • Um KAL (ainda surpresa) iniciado.

Só não vos digo que, como ia distraíada com a fotografia, o trabalho tricotado hoje no autocarro, foi desmanchado quando cheguei a casa... estava a tricotar a carreira errada!

5 comentários:

  1. Decisão acertada..pelos vistos :)
    Explica lá o que é isso de KAL...

    ResponderEliminar
  2. eh eh eh tricotar no autocarro é o que está a dar :-)

    ResponderEliminar
  3. Luísa - KAL = Knit-A-Long
    Mais do que uma pessoa a fazer o mesmo modelo, ao mesmo tempo, com linhas iguais ou idênticas.

    Margarida - dá-me um gozo danado, ouvi-los a resmungar com o mundo e eu, silenciosamente, a contar 37... 38... 39... 40... agora acrescento... 1... 2... 3... :))

    ResponderEliminar
  4. que máximo, isto é que é aproveitar bem o tempo! és fantástica, eu bem digo :)

    ResponderEliminar
  5. No fim das contas feitas, poupaste dinheiro, mas aposto que o maior ganho que tiveste foi o prazer que te deu!

    ResponderEliminar

Se estás aí, diz qualquer coisa, sou curiosa, gosto de saber o que pensas.
Bj