13.1.12

Medidas personalizadas


Quando passeava por Londres sozinha, por vezes fazia longas caminhadas desde as paragens de metro até aos locais que visitava, e claro que era sempre necessário regressar ao ponto de partida.

Ora todos sabemos que quando vamos a qualquer lugar pela primeira vez, a ida não custa nada! A ansiedade e a vontade de conhecer o destino deixa-nos imunes ao tempo, vamos distraídos com a paisagem, neste caso urbana, com montras lindas, transeuntes diferentes e tantos outros motivos que nos envolvem a mente.

Quando chegava a altura de regressar, já era diferente, já tinha passado por ali, já tinha prestado atenção às diferenças, aí já sentia que nunca mais chegava ao destino e antes que começasse a ter dúvidas no caminho, criei uma nova medida espacio-temporal:
- o Hino Nacional!

Ãh!? O que dizes p'rái Algarvia, pensam vocês...

Leicester Square

Picadilly Circus

Vou explicar - eu cantava o Hino Nacional para ocupar o tempo, umas vezes em voz baixa se estivesse num local público, como por exemplo entre Leicester Square e Picadilly Circus, ou em voz alta e bem animada (Nobre Povo, Nação Valente e Imortal!) se me encontrava numa zona mais residêncial.

E no regresso a Portugal quando alguém me perguntava - isso era longe?
Eu respondia, - Não! Eram só dois Hinos!!!



(Faltam 39 dias!)

7 comentários:

  1. Lindo!!! Muito bom, mesmo :-) Bjs
    Hei-de experimentar a ver quantos canto nessa caminhada.

    Ontem mesmo saí de Sloane Av, fui até ao Buckingham Palace, Grren Park, The Mall e St. James Park. Depois já não tive coragem de regressar a pé a Sloane Av, então vim mesmo de metro...

    ResponderEliminar
  2. Será que o regresso é mais rápido se tentarmos o corridinho? Vou começar a ensaiar a prole para a próxima excursão. Bela ideia, comadre! Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Estou a adorar esta tua forma de receber os 40, a relembrar as aventuras que a vida já te proporcionou!

    ResponderEliminar
  4. Margarida: essa cidade envolve-nos e começamos a querer descobrir todos os seus recantos... é o que sinto quando lá estou!

    Teresa, comadre, devia ter experimentado essa opção, o pior seria a parte do: vá meninas, toca a levantar a perninha! "Oh nosso Algarve do céu azul..."

    Sandra: Eu estou a adorar escrev~e-las :)

    ResponderEliminar
  5. Olá mãe,
    É uma ideia gira! Tenho de ver quantos hinos é que são de casa à escola! :P
    Beijocas
    I.

    ResponderEliminar
  6. Quando vou viajar prefiro andar a pé do que de metro, posso conhecer melhor a cidade e apreciar cada particularidade daquela nova cidade, no entanto ao final do dia também fico cansada e só quero é ir recuperar energias. Em Erasmus fiz muitas viagens apenas de 3 dias, essas então eram esgotantes! Passava um dia inteiro fora, de um lado para o outro, com uma vontade enorme de conhecer tudo, ia só a casa (aproveitei sempre ir para destinos onde tivesse amigos) jantar e depois ainda íamos sair à noite, resultado: dormia cerca de 4h por dia e nas outras 20h queria absorver toda aquela experiência.
    No entanto nunca me lembrei de cantar o que quer que fosse, ou ia com companhia ou se estava sozinha ligava o ipod e ficava a ouvir música. Mas achei muito engraçada a ideia de cantar o hino nacional!

    ResponderEliminar
  7. Inês, nunca fui muito adepta dos phones, ainda hoje tenho colegas no Banco que trabalham assim, eu não consigo, mas sou capaz de cantarolar em pensamento, só para me abstrair do ruído de fora :)

    ResponderEliminar

Se estás aí, diz qualquer coisa, sou curiosa, gosto de saber o que pensas.
Bj