14.6.10

Santo António

Já venho tarde para homenager o dia do Santo mais popular, mas julgo que ainda tempo.
Gosto muito do Santo António!

Desde que vim estudar para Lisboa em 1989 que passei a assídua frequentadora das festas populares cá da terra. Não devo ter faltado a muitas nestes últimos 21 anos!

Só quando me obrigavam a marcar férias nessas alturas é que não me apanhavam na Avenida da Liberdade a tentar espreitar uma marcha ou, mais difícil ainda, a tentar perceber a letra da mesma marcha, para acompanhar os foliões que suavam Avenidade abaixo. (É muito difícil acompanhar as letras, experimentem!)

Nos primeiros anos como não vivia em Lisboa, torcia pelo Bairro Alto, claro, era para onde ia quando havia festas da Faculdade.

Agora torço sempre pelo meu Bairro:
Olivais é que é!

E este ano, lá fui eu (fomos nós, os dois) namorar com o consentimento do casamenteiro! Descemos a Avenida, espreitámos algumas marchas bonitas, seguimos para a paragem obrigatória pela estátua do Santo António, à porta da capela, acendemos uma vela cada um, rezamos para que nos mantenha unidos, comemos uma bifana (porque sou uma algarvia que não gosta de sardinhas, desculpem!) e... para casa vamos. Já não temos paciência para aguentar multidões!

Pelo caminho ainda ganhei um manjerico, bem bonito e com uma quadra bem popular e romântica!



Agora confesso, aqui em directo, que não o merecia, porque ando cá com um mau-humor que eu nem sei como é que (ele) ainda me atura!!! (Esta algarvia tem dias que é marafada!!!)

3 comentários:

  1. 2 "fãs" do Santo António:)
    Quanto às sardinhas....não tenho paciência para as espinhas!
    E quanto à paciência "deles".....tb às vezes é o contrário...a paciênci é "delas" ;)
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Olá mãe,
    Só fui uma vez as festas de S. António e acho que já foi à 3anos. Mas gostei muito. Compramos uma velinha e pedimos o que queriamos ao S. António

    Muitos beijinhos
    I.

    ResponderEliminar
  3. Quanto às variações de humor, já somos duas! Deve ser defeito de fabrico da região! A diferença é que aprendi a saborear as sardinhas e agora gosto muito delas!

    ResponderEliminar

Se estás aí, diz qualquer coisa, sou curiosa, gosto de saber o que pensas.
Bj